Harmonic Wood

Leve e sofisticado. Inspirado na fragrância Drakkar Noir.
Fougère  – ao evocar a vegetação rasteira abaixo das árvores — fougère é a palavra francesa para samambaia –, partiu em direção a abstração e foi tão bem sucedido que virou um gênero de perfumes. Foi criado em 1882 por Paul Parquet, usando pela primeira vez na perfumaria um material sintetizado em laboratório. Era o sintético da cumarina, extração da semente do cumaru, também chamada fava tonka (tonka bean), que tem cheira a uma mistura de palha e amêndoa, que lembra baunilha. Cumarina combinada com lavanda é o acorde básico daquilo que se chama de fougère, um manequim a ser vestido a vontade pelo perfumista.